HomeCidadeCadeia Pública de Paranacity é exemplo de ressocialização

Cadeia Pública de Paranacity é exemplo de ressocialização

Published on

Com profissionalização e cuidados com a saúde dos detentos, e ainda, cumprindo a Constituição Federal e a Lei de execuções penais que reconhecem a saúde como Direito Fundamental, garantido através de políticas públicas que visam a Assistência à Saúde em caráter preventivo e curativo das pessoas privadas de liberdade, na terça-feira, 12 de dezembro, a Cadeia Pública de Paranacity, através de seu Gestor, o Policial Penal Claudeir Aparecido Leodoro e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Paranacity, através de seu secretário, Adriano Oliveira Santos Bulhões e os profissionais das Unidades Básicas de Saúde, promoveram um mutirão de de prevenção para a realização de testes rápidos afim de realizar o diagnóstico para a infecção pelo HIV, Sífilis e Hepatites B e C nas pessoas privadas de liberdade da Cadeia Pública de Paranacity.


Segundo o Policial Penal Claudeir: “É um trabalho fundamental, que a equipe de saúde vem realizando e tem nos ajudado muito, aqui na Cadeia Pública de Paranacity e esta questão dos testes rápidos, é uma ação que vem sendo feita desde o ano passado e agora novamente neste ano. Hoje realizamos os testes rápidos em todos os 77 detentos.

Atualmente tenho orgulho em falar que a Cadeia de Paranacity mudou muito, principalmente de dois anos para cá, através de um trabalho de formiguinha. Desde o início fui muito bem acolhido por todos e hoje podemos dizer que somos uma cadeia referência para o Estado do Paraná, podemos falar em ressocialização e com isso, os detentos que tenha vontade de aprender algo novo, podem escolher algo para fazer e quando saírem daqui terão uma profissão, inclusive alguns tiveram oportunidade de fazer o ENEM que está ocorrendo em todo Paraná e temos, cinco detentos fazendo a prova. Temos também a cozinha industrial onde são feitas as alimentações para várias unidades pública e privada de Paranacity. Sozinho ninguém faz nada, se eu não tivesse os monitores que acreditam nesse trabalho, nada disso teria acontecido”.


Para o secretário de saúde, “Independente das decisões judiciais e penais, a Saúde é um direito fundamental garantido através da constituição e por isso, esse trabalho multidisciplinar precisa estar alinhado com as diretrizes propostas pelo Ministério da Saúde. Tenho orgulho do trabalho que a equipe técnica de saúde juntamente com a equipe penal vem desempenhando, é motivo de orgulho saber que estamos fazendo a diferença na vida das pessoas. Mesmo estando privadas de liberdade, não podemos privá-las do acesso a saúde”, ressaltou o secretário de saúde, Adriano Bulhões.

Ultimas Notícias

FESTA DO TRABALHADOR

Aos vinte e sete dias do mês abril do ano de dois mil e...

Prefeitura de Itaguajé envia caminhão-pipa com Motorista para o Rio Grande do Sul

A Prefeitura de Itaguajé enviou caminhão-pipa com um motorista para auxiliar população gaúcha no...

Paraná realiza acolhimento de mais 163 profissionais do Programa Mais Médicos

No Paraná, 351 municípios aderiram ao programa, sendo disponibilizadas pelo Ministério da Saúde 1.685...

Colorado arrecada 12 toneladas de donativos para vítimas de enchente no Rio Grande do Sul

Passados sete dias, terminou na manhã da sexta-feira (10) uma das fases da ação...

Mais Notícias

FESTA DO TRABALHADOR

Aos vinte e sete dias do mês abril do ano de dois mil e...

Prefeitura de Itaguajé envia caminhão-pipa com Motorista para o Rio Grande do Sul

A Prefeitura de Itaguajé enviou caminhão-pipa com um motorista para auxiliar população gaúcha no...

Paraná realiza acolhimento de mais 163 profissionais do Programa Mais Médicos

No Paraná, 351 municípios aderiram ao programa, sendo disponibilizadas pelo Ministério da Saúde 1.685...

Isso vai fechar em 20 segundos

Abrir bate-papo
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?