HomeCidadeSarau Artístico e Literário incentiva valorização das artes

Sarau Artístico e Literário incentiva valorização das artes

Published on

Grupo Teatral Artes em Cenas de Santo Inácio se apresentaram no Sarau na UNOESTE em Presidente Prudente (SP)

Com os objetivos de valorizar as diversas formas de atividades e manifestações artísticas, e divulgar as várias possibilidades de compreender a linguagem como forma de expressão e comunicação, ampliando o repertório linguístico, literário, artístico e musical, foi realizado na noite da quarta-feira (10 do corrente) no Auditório Cerejeiras, no Bloco B1 do campus 2, a segunda edição do Sarau Artístico e Literário da Unoeste.  A iniciativa que envolve cursos à distância e presencial da Unoeste, ofertados pelo Núcleo de Educação a Distância (Nead), bem como pela Faculdade de Artes, Ciências, Letras e Educação de Presidente Prudente (SP) (Faclepp), também promoveu a integração de alunos de diferentes cursos.

Realizado no formato híbrido, com transmissão on-line pela equipe técnica do Nead e do Departamento de Eventos, o evento mobilizou os cursos de na modalidade EAD, Letras, Artes Visuais, Música, Pedagogia, História, Química, Biologia e o curso de Pedagogia presencial. A proponente da ação junto à Pró-reitoria de Extensão e Ação Comunitária (Proext), a professora Luciane Cachefo Ribeiro, detalhou que essa segunda edição da ação extensiva foi promovida pelos cursos de Letras, Artes e Música a distância, promovendo a integração entre as todas as licenciaturas na modalidade, e contando ainda com o envolvimento do curso de Design.

“O sarau contribui para que os nossos estudantes enxerguem a arte como também uma forma de expressão da linguagem. O objetivo é que eles ampliem seu repertório linguístico, cultural, artístico e literário. Desta forma, os estudantes são incentivados ao resgate da cultura de contar e ouvir histórias, da leitura de poesias, das músicas e das apresentações teatrais”, explicou ela.

Arte que inclui

Uma das grandes atrações da noite foi a participação de um egresso do curso de Letras da Unoeste, que se formou em 2014: o professor Jocimar Nunes Silva, que também fez pós-graduação em Artes na Educação, com ênfase em Música, Teatro e Dança, e atualmente faz teatro e circo pela Cia. Pedras de Maringá. Jocimar trabalha hoje com projetos culturais para o Departamento de Cultura de Santo Inácio, no Paraná, onde desenvolve oficinas de teatro e violão para aproximadamente 100 alunos. Inclusive ele trouxe parte dos alunos (42 no total) que integram o Grupo Teatral Artes em Cenas para se apresentar no sarau. 

O grupo fez a interpretação em Libras da música “Um dia”, do grupo Rosa de Saron. Também teve esquete de máscaras, uma dramatização feita pelos iniciantes do grupo. Os alunos maiores apresentaram a peça “Luz, câmera e muito riso”. Já o professor da turma e ex-aluno da Unoeste apresentou o monólogo “Sonho de um Palhaço”. Ele falou sobre esse momento de retornar à universidade onde se formou, com a turminha que ele dá aulas hoje.

“Pra mim foi muito gratificante participar da segunda edição do evento. Eu já havia participado em edições anteriores, inclusive no formato presencial entre 2011 e 2014 quando ainda eu era estudante do curso de Letras da Unoeste. E eu lembro que era maravilhoso esse momento, onde todo mundo se reunia para poder celebrar a arte, a poesia, a literatura. Isso me marcou muito, e esse sentimento de lembrança boa eu quis transferi-lo para os meus alunos. Então, levá-los até esse evento com certeza foi algo sensacional e de grande valia pra eles que ainda estão vivendo esse período de desenvolvimento escolar. Fora que propiciamos a eles conhecer esse lugar que no futuro pode vir a se tornar a universidade que eles vão escolher, conforme as profissões que cada um desejar. As crianças amaram, os mais pequenos ficaram deslumbrados com o tamanho da universidade e com todas as apresentações que aconteceram no sarau”, contou ele, em tom de gratidão pelo convite.

Importante contextualizar que embora esta seja a 2ª edição do Sarau que inclui cursos na modalidade EAD, ele já fazia parte do calendário dos cursos de licenciaturas da Faclepp/Unoeste, sendo realizado em anos anteriores.

Artistas da casa

Nessa edição do Sarau Artístico e Literário da Unoeste também teve apresentação de teatro com a turma do 1º termo do curso de Pedagogia presencial. No gênero comédia, um grupo de alunos liderado pelo estudante Andrei Lobo Marques Castilho apresentou o espetáculo “O menino que engoliu o caroço de um abacate podre”. A comédia conta a história de uma equipe de cinema que está gravando um filme, mas que toda a ordem dada pelo diretor é distorcida no momento da gravação, “Por exemplo, se é pedido algo mais emocionante, a cena é feita apenas de choro, então o filme nunca dá certo. Até que o diretor entende que o problema está na comunicação, então ao invés de gritar e brigar com sua equipe, ele opta por ser gentil e dizer que acredita neles. Após isso a cena acontece de forma perfeita, mas o cinegrafista não gravou nada”, completa.

Andrei esboçou ainda o sentimento em poder participar do evento. “Me sinto muito feliz em fazer parte de uma instituição que apoia e incentiva as artes. Enquanto artista e futuro professor, acho incrível essa ideia de mesclar a educação com a música, o teatro, a dança. Acredito que a educação precisa disso, de professores criativos e dinâmicos, que entendam o quanto a arte transforma o nosso meio, como o riso e o choro são fundamentais. Fernanda Montenegro fala que ‘não existe um país sem cultura ligada as artes’. E eu concordo plenamente, torço para mais momentos como este”, elogiou ele.

Já o aluno do 3º termo de Pedagogia presencial, Pedro Henrique Pardinho, optou pela música ao se apresentar com voz e violão. À distância, teve apresentação da aluna do 5º termo do curso de Letras EAD, Alais Francine Baggio Teixeira, declamou o poema “Guardar”, De Antônio Cícero. Foi a segunda vez que ela se apresentou, a primeira na forma híbrida. “Pra mim é sempre uma honra, muita gratidão, eu adoro participar. Desde que descobri o sarau estou ali antenada. E quando a professora Luciane me fez o convite, me prontifiquei a estar presente, ainda que à distância. E sem dúvidas, a arte em todos os sentidos e modos é sempre muito diversificada. É lindo ter essa participação e vê-la em tantas variadas formas”, contou ela.

Ultimas Notícias

FESTA DO TRABALHADOR

Aos vinte e sete dias do mês abril do ano de dois mil e...

Prefeitura de Itaguajé envia caminhão-pipa com Motorista para o Rio Grande do Sul

A Prefeitura de Itaguajé enviou caminhão-pipa com um motorista para auxiliar população gaúcha no...

Paraná realiza acolhimento de mais 163 profissionais do Programa Mais Médicos

No Paraná, 351 municípios aderiram ao programa, sendo disponibilizadas pelo Ministério da Saúde 1.685...

Colorado arrecada 12 toneladas de donativos para vítimas de enchente no Rio Grande do Sul

Passados sete dias, terminou na manhã da sexta-feira (10) uma das fases da ação...

Mais Notícias

FESTA DO TRABALHADOR

Aos vinte e sete dias do mês abril do ano de dois mil e...

Prefeitura de Itaguajé envia caminhão-pipa com Motorista para o Rio Grande do Sul

A Prefeitura de Itaguajé enviou caminhão-pipa com um motorista para auxiliar população gaúcha no...

Paraná realiza acolhimento de mais 163 profissionais do Programa Mais Médicos

No Paraná, 351 municípios aderiram ao programa, sendo disponibilizadas pelo Ministério da Saúde 1.685...

Isso vai fechar em 20 segundos

Abrir bate-papo
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?